terça-feira, 30 de abril de 2013

Balanço do mês de Abril

Hoje é o último dia, do primeiro mês deste meu recomeço.
Iniciei esta etapa, depois de tantas, no dia 2 de Abril e estava com 78,8 kg, passado um mês (mais coisa, menos coisa) estou com 76,8.
Perdi 2 kg! É muito pouco, mas ao mesmo tempo é muita coisa.
O pouco não vou nem falar o porquê de achar pouco. Acho que todos me entendem.

O muito...

A primeira coisa que me lembro, foi o conseguir dizer chega! Depois de me encharcar em açucares (e não só!) durante a Páscoa. Adormeci no dia 1 de Abril com uma enorme sensação de derrota. O meu marido tinha olhado para mim, após uma crise de choro (minha, claro!), ao estilo, nada me serve, tudo me fica mal, ele disse-me com uma enorme calma: - Mas se não gostas porque é que não fazes nada para mudar?
Aquela pergunta ficou a bater-me na cabeça toda a segunda-feira. Mesmo entre uma amêndoa e outra, a pergunta estava sempre a bailar na minha cabeça.
CHEGA, Sweet, chega MESMO!
A segunda coisa que faz parte deste muito, foi ter tomado consciência ( não que já não soubesse, mas tomou outra porporção) que o exercício é uma parte fundamental neste processo. Nestas quase 5 semanas, a semana que perdi mais peso (1,100kg) foi na semana que fiz 30 minutos diários de exercício. O que prova que não é preciso muito, basta persistência!!! (Coisa que nesta última semana tem faltado).
Em terceiro está a vontade de me arranjar melhor. Comecei a pôr creme nas pernas (quase todos os dias), creme na cara. Apetece-me vestir roupas mais claras. A mudança é quase imperceptível, mas está a acontecer.
A quarta parte deste muito, é a vontade de continuar para cada vez me sentir melhor comigo mesma!!!!

E tenho de agradecer a todos os que passam aqui neste cantinho e deixam mensagens. Todos mesmo!!!

Beijinhos,
Sweet
.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Mil vezes obrigado

Minhas queridas e meus queridissimos leitores (dúvido que haja algum, mas nunca se sabe!!!)
Quero começar por agradecer as vossas palavras e a vossa preocupação.

Eu não deixei de comer HC, apenas tentei evitar ingeri-los após uma determinada hora. Não quero ser radical, nem extremista. Queria apenas perceber como me iria sentir se o fizesse. E tal como previa senti-me maravilhosa por conseguir, o que não significa que seja algo para manter.

Às vezes preciso de um "boost" para a coisa fluir e achei que esse era o meu pontapé de saída. Foi só isso.

Agora as novidades:

76,8!!!!!!!!!!!!!!

IUPIIIIII!!!!!!!!!!!!

Devagar e sempre, olé!

Beijinhos, Sweet
.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

IUPIIIIII

E não, não é uma cerveja!!!!
(Só entende quem foi à Expo98, credo como sou velhota!!!)

Hoje estou mesmo bem disposta.
Sinto-me mais magra, mais leve, mais bonita.
Isto porque sei que estou a comer melhor, a mexer-me mais. Ainda não estou no ritmo que quero para mim, mas ontem fiz 3km e 600mt a correr. E Domingo já combinei voltinha de bicicleta, como fizemos na semana passada! Vão ser 2 horas a andar a bom ritmo, pelo menos assim espero.

Ontem, a ler a Nut-ella tomei a decisão de tentar evitar hidratos de carnono depois das 18h. Ontem foi o primeiro dia e cumpri. Estas pequenas alterações de comportamentos, comecei com o deixar completamente de beber refrigerantes, dão-me algum alento e fazem com que fique mais focalizada.

Espero que continue a ser um bom dia.

Amanhã vou passear com a família e sexta-feira (férias!) vai ser dia de arrumações.

Beijinhos,
Sweet
.

Hoje é dia

Hoje o dia começou para lá de bem!!!
Com os post da minha muy querida amiga Benny e da maravilhosa Blair!

Força amigas!!!

Beijinhos
Sweet
.

terça-feira, 23 de abril de 2013

Altos e baixos

Ando numa fase de altos e baixos.
Ora me apetece cair de cara no pudim mais ranhoso, ora apetece-me correr a meia maratona até cair para o lado.
Normalmente tenho-me ficado pelo meio, uma dieta a meio gáz, com um ou outro deslize pelo meio e exercício de trazer por casa, meia hora hoje, mais uma hora daqui a 3 dias.

Não consigo manter o impeto de me levantar às 6h da manhã. Hoje fui correr 30 minutos. Fiz 3 km e 200mt a correr e 400 mts a andar. Mas não me chega. Mas não consigo forças, nem tempo para mais. Ou melhor não consigo forças para ter tempo (podia levantar-me às 6h da manhã!!!!).

Queria tanto vestir isto
(Mango)
Ou isto
(Mango)
Já para não falar nisto
(Pronovias)
Ou nisto

(Pronovias)
Era giro não era?!?! Pois era mas não posso. E nem sequer posso culpar a crise, porque mesmo que estas marcas decidissem me ofertar estas 4 peças, eu não caberia nelas, quanto mais ficar bem....

Gaita

Sweet
.




segunda-feira, 22 de abril de 2013

Devagar se vai ao longe!!! Ou a força de dizer Não!

Este fim de semana a estúpida da balança tirou-me 300g. Não é muito, não! É até pouco. Mas a minha força, a minha determinação, vale muito mais do que isso.
Por isso digo que se f&%$%/#$ a balança!

A verdade é que estou muito contente comigo!

No sábado foi festa de anos do mais velho.
Festa que começou às 13h de sábado e acabou às 18h de domingo! Uma verdadeira maratona! E eu disse não a:
- Hamburguer do MacDonalds (comi um wrap de frango grelhado sem molhos);
- Gelado do MacDonalds;
- Bolo de anos;
- Natas do céu;
- Tarte de anánas;
- Croissants.

O pecado foi:
- Batatas fritas.

Balanço?!?! Extremamente positivo!!!!!!!!!!!!!!

E a balança esta manhã disse: 77,400!


 Estou feliz. Devagar e sempre!!!
Até porque a semana passada estive doente, sem exercício nenhum. Esta semana vai ser melhor. Tem mesmo de ser!!!!!


Beijinhos,
Sweet
.

terça-feira, 16 de abril de 2013

Será mesmo???

Estou sempre a dizer a mim própria que o importante é fazer qualquer coisa, nem que sejam uns míseros 30 minutos a andar à voltas... mas depois surjem as dúvidas.
Alguns blogs afirmam que menos do que 45 minutos nada fazem, outros são capazes de jurar a pés juntos que sem um treino de musculação não vou lá das canetas, outros ainda afirmam que basta caminhar 20 minutos diariamente para sentir mudanças significativas no corpo!

Não sei, mas para já continuo a dizer-me: o importante é mexer as banhas, e lá fui eu fazer: 2 voltas (400 mts cada) a correr, 1 a andar, mais 2 voltas a correr, 1 a andar, 2 voltas a correr, e estica tudo muito bem. Demorei 27 minutos.

Não sei o que pensar..... será mesmo que chega?????

Beijinhos,
Sweet
.

segunda-feira, 15 de abril de 2013

30 km

Ontem eu e o maridão fomos fazer 30 km de bicicleta. Foram 2 horas de puro prazer. Andamos a uma velocidade média de 17km/h. Foi fantástico.

Hoje doí-me o rabo, pois é, a zona lombar e ligeiramente as pernas. As corridas estão a começar a fazer efeito, e o corpo já não reage mal ao exercício.

Hoje vai ser dia de descanso e amanhã volto às corridas!!!

Beijinhos,
Sweet
.

sexta-feira, 12 de abril de 2013

6,5 km!!! Oh ié!!!

Ontem a chuva acabou mesmo por ceder e ao final do dia estava um dia jeitosinho, tão bom que acabei por correr de manga curta... nem estava a acreditar!
Fiz 6,5 km, numa média de 7,6 km/h. Acho que é bom!!! Acho não, é mesmo bom!!! eheheh

Hoje, às 6h da manhã, levantei-me para fazer 30 minutos de recuperação. Andei na passadeira 20 minutos e fiz 10 minutos de elíptica. Deu para suar, mas o objectivo era, mesmo, apenas fazer alguma coisa em baixo ritmo. Para as pernas não cederem.

Esta manhã a balança acabou por ser simpática, 77,7kg!
É continuar!!!!

Beijinhos,
Sweet


PS: Estou a ficar farta do look do meu cantinho, estou a precisar de algo mais primaveril.....

.

quinta-feira, 11 de abril de 2013

Num guento mais ;-(

Estou farta, cheia, empaturrada, pelos cabelos, etc, etc, etc, de chuva, frio e vento.
Parece que desde o final de Dezembro não há outro tempo. Se não é o dia todo, é de manhã, se não é o dia todo, nem de manhã, é de tarde, mas todos os dias chove, ou está frio, ou está vento!

E o meu humor é muito temporal, se está sol eu estou mega bem humorada, se está chuva, nem queiram saber... pois!

Mas vá, nem o São Pedro acaba com a minha determinação, e ontem fui fazer 5 km. 3 a correr, 2 a andar, intercalados!

E hoje? Bem, pelo tempo lá fora, hoje só se for mesmo lareira.... eu ainda trouxe o equipamento, afinal a esperança é a última a morrer.... mas vamos a ver...

E vocês?

Beijinhos,
Sweet
.

quarta-feira, 10 de abril de 2013

Correr... às vezes custa menos do que andar!

Ontem aconteceu-me algo inédito, fui correr com umas calças demasiado apertadas. Daquelas que prometem deixar-te toda push up, estão a ver?! Pois, eu também vi, vi que me apertam tudo e mais alguma coisa e mal deixam o sangue circular.
Quando corria a coisa até ia bem, mas quando fazia a volta a andar eram umas dores nas pernas.... horrível. Aliás, mesmo a minha respiração estava à cão. Ontem senti-me mesmo cansada. Tanto que só fiz 4 km.
Mas hoje vou mesmo tentar os 5km!

Beijinhos,
Sweet
.

Adenda:
Tinha-me esquecido de contar uma proeza, ontem à noite houve gelado à sobremesa, de morango, de baunilha e de chocolate... e eu? perguntam vocês! e eu não comi!!! Simples!!!

.

terça-feira, 9 de abril de 2013

Dia de descanso

Ontem foi dia de dar descanso ao corpo. Ele agradeceu, a mente nem tanto.
Fiquei com um sabor amargo de dever não cumprido, que tenho que rapidamente tirar do espírito antes que me envenene.

E para isso hoje vou correr 5 km. Se conseguir porque só tenho 1 hora!

Para que não hajam dúvidas, eu não sou super mulher, e tanto corro, como ando. Aliás tento sempre andar x, correr y. Para o corpo ter de fazer ajustes e não se habituar ao mesmo ritmo.

Hoje quero correr 2 km, andar 1km, correr 2km.
Se por acaso não conseguir a velocidade que preciso para fazer isto numa hora, vou correr 2km, andar 1 km, correr 1 km.

Amanhã logo vos digo como correu!!!!!

Beijinhos,

Sweet
.

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Fim de semana BRUTAL!!!!!

Este fim de semana foi fantástico. Superei-me várias vezes!!!
E consegui mesmo surprender-me!!!

Então foi assim:

Sábado, levantei-me eram umas 7h45m. Dei o pequeno almoço à pequena princesa, bebi o meu leite magro com pensal e comi o meu pãosinho com fiambre.
Entretanto acordou o resto da filharada, comeram, vestiram-se e mãe e filhos sairam, para aproveitar o sol (já que tem feito aparições tão raras!!!).
Voltamos para casa por volta do meio dia, dei sopas, eu própria comi sopa. E toca a dormir as sestas.
Por volta das 17h os putos foram um bocadinho até aos avós. Eu voltei para casa e fiz 5 minutos a andar, 15 minutos a correr, 5 minutos a andar, 10 minutos a correr (bem mais depressa) e 2 minutos em sprint (pensei que morria, mas surpreendentemente ainda aqui estou para contar a história!!!!).
Banhoca e toca a fazer o jantar. Vegetais e camarão!
1 pecado=1 cerveja!!!!!! (soube MUITO bem!!!!!)
No domingo de manhã acordei por volta das 9h (filhos nos avós tem destes milagres!!!!!) vesti-me e fui fazer 6 km, numa média de 7km/h. Corremos e andámos! Mas nunca pensei que fosse capaz. Claro que tudo devo, a uma amiga! Que tem sido incansável.
Almocei uma massa e camarão (sem molhos). E o jantar foi frango de churrasco com salada.

Sinto-me uma verdadeira rainha.

Só a p$#&#$ da balança é que não me dá nº bonitos (78,8). Uma merda! Mas é o que tem de ser.

Beijinhos,
Sweet
.

sexta-feira, 5 de abril de 2013

Fartei-me de rir!!!! Sabotadores da nossa dieta

É um texto longo, mas achei muito giro, tirado d'aqui
 (texto da activa.sapo.pt)
"São sete os sabotadores da nossa dieta. Conheça os seus inimigos e fique a saber como combatê-los!
1. O namorado novo
É o empata-dietas nº1. Todos os homens deviam vir com um aviso ao pescoço: "Cuidado: contador de calorias desativado". Até eles entrarem nas nossas vidas, tinhamos os dias placidamente organizados em torno de saladas, iogurtes, grelhados, fruta. O nosso maior pecado era uma bolachinha de água e sal. Se a Dra. Isabel do Carmo nos encontrasse no corredor do hipermercado, não teria nada a dizer do nosso carrinho. E de repente, cai-nos no colo o Pedro Miguel. Ou o Vasco. Ou o Joãozinho. Não interessa. Nisto são todos iguais.
De repente, as nossas vidas são uma romaria de almoços em churrascarias e jantares em pizzarias, de salame acompanhado de leite com chocolate, de feijoada de manhã e pataniscazinhas à noite e um esparguete com camarão de madrugada, quando a fome aperta e ele se lembra das receitas da mãezinha. E se depois disto ainda nos atrevemos a dizer que não nos apetece sobremesa, ele franze o sobrolho e diz: "Não me digas que estás em dieta".
Claro que depois adoram que se seja escanzelada, acham que ser escanzelada vem nos genes, que toda a gente pode comer impunemente 4000 calorias por dia como eles, e honestamente não percebem o que é que tem a pizza a ver com as calças.
Como resistir a este inimigo da nossa dieta: Ensiná-los a fazer saladinhas com salmão. Se o amor foi muito, aprendem. Se não for, é uma boa altura para pensar se valerá assim tanto a pena estar com um homem que não respeita os seus gostos culinários.
2. A mãezinha
É o contrário dos ladrões: arromba-lhe a casa e em vez de sair abraçada ao seu portátil, aos brincos de esmeraldas e aos cartões de crédito, sai mais leve depois de se desembaraçar da perna de peru, do borrego assado, dos pastéis de bacalhau, e do gelado de chocolate de que você gosta tanto. São um perigo público: conhecem-nos desde que nascemos.
Enchem-nos o frigorífico e o congelador, e nunca é com alface. Sabem perfeitamente que nos deitaríamos da ponte por 'cheesecake', crepes com gelado, batatas fritas acabadas de fritar e rissóis de camarão. As nossas fraquezas para elas não têm segredos. E a juntar a tudo isto, mesmo que as filhas já vão nos 52 anos elas vivem no pavor que um dia fiquem fraquinhas, magrinhas e com falta de resistências, e que o mundo as acuse de serem más mães.
Como resistir a este inimigo da nossa dieta: Se passou a vida toda a comer pastéis de bacalhau sem protestar, agora pode ser difícil... Se vive acompanhada, diga que o Carlitos não aprecia assim muito os pastéis de bacalhau. Se vive sozinha, olhe, vá mais à ginástica para compensar...
3. O patrão
Às vezes ele nem lá está. Não importa. Manda-a a si. Onde? Então, a um almoço "com aquele cliente difícil" ou "àquele que está a querer passar-nos a perna". Não há dificuldade que resista a uma tarte de maracujá, e não há perna que substitua uma boa perna de franguinho de fricassé.
Em Portugal, 'negócio' equivale a 'comida'e a subida na carreira é diretamente proporcional ao aumento de almoços e jantares 'de negócios'. E claro que um almoço de negócios nunca é à frente de uma salada e de um sumo. Ninguém discute negócios com fome, até porque a fome, no nosso mundo, é tabu, e depois fica mal recusar a mousse à sobremesa porque não se vai deixar o cliente especado à nossa frente a devorar a mousse dele sozinho, e a beber vinho sozinho e a comer sozinho feijoada à brasileira enquanto a gente depenica um caldinho de legumes.
Como resistir a este inimigo da nossa dieta: Que tal informar-se dos gostos gastronómicos dos seus clientes? Até pode acontecer que eles também suspirem por uma saladinha... No caso de suspirarem por uma alheira com batatas fritas e ovo estrelado, ou outro semelhante enfarte empratado, peça um peixinho grelhado e à sobremesa uma salada de fruta. Ou então, que tal desenvolver a moda do pequeno-almoço de negócios? É menos provável que lhe sirvam uma alheira ao pequeno-almoço...
4. O filho
Ai também é muito mau. Principalmente os filhos com idades entre os 4 e os 12 anos. Com os bebés, mesmo que se acabe o resto de sopa de legumes que deixaram no prato (o iogurte nunca acabamos, porque eles o comem sem açúcar e isso a nós até nos arrepia) não vem daí mal ao mundo. Agora quando se começa a acabar o resto das papas, dos cereais, dos pães de leite com fiambre e manteiga, das bolas de Berlim, do leite com chocolate, das bolachas, das gomas, dos bolicaos, dos hambúrgueres, não há dieta que se aguente.
Como resistir a este inimigo da nossa dieta: Olhe, não lhe dê tantas porcarias para comer. Ao contrário do que se pensa, as crianças não precisam da quantidade astronómica de açúcares e gorduras com que as envenenamos. Talvez seja uma boa altura para repensar a alimentação deles, e não é assim tão difícil pô-los a comer melhor, principalmente se der o exemplo.
5. A amiga magra
Sabe qual é? Aquela que diz que come de tudo e não engorda. E come mesmo. Pelo menos, à nossa frente. Como ser fiel à nossa nutricionista, quando a gente pede um peixinho com espinafres e à nossa frente a boa da Marta se alambaza de arroz de marisco como se não houvesse amanhã? E depois do arroz de marisco ainda vem um pãozinho e mais uma sobremesazinha "para não ficar enfartada" e depois um cafezinho com três pacotes de açúcar e depois ainda tem a lata de dizer "eu bem queria engordar, mas por mais que faça, não sou capaz..." A gente quase diz: "Se quiseres, eu explico-te" mas vê-se logo que ela não tem esse tipo de sentido de humor.
Como resistir a este inimigo da nossa dieta: Faça com ela outros programas que não incluam comida. Vão passear à praia, andar de bicicleta, fazer compras, ou ao cinema, por exemplo. Se ela levar pipocas, ataque com pastilhas sem açúcar.
6. A sogra
Depende das sogras, claro, mas este é aquele tipo que nos convida para almoçar e aproveita que estamos em posição subalterna para ver qual é o ponto máximo de expansão do nosso estômago. É uma luta desigual: ela avança, pobre senhora, com um sorriso de orelha a orelha a acompanhar as infindáveis travessas de arroz de pato ("Se calhar não gosta", "gosto gosto", "Ai não parece, tirou tão poucochinho") e pão-de-ló, scones com manteiga e com doce, bolo de laranja, rabanadas ("Ainda só comeu quatro!") e tostas com marmelada a acompanhar o capuccino. Nós, é evidente, não podemos dizer: "Chega! Acabou! Não mais tostas, não mais bolo de laranja, não mais rabanadas! Noras de todo o mundo uni-vos!"
Como resistir a este inimigo da nossa dieta:: Aqui não há como. Se puder, tire aquele curso de tae-kwon-do nos dez dias que antecedem a visita. Mas cuidado: a primeira visita estabelece o que vão ser todas as outras (possivelmente para o resto da sua vida!) Por isso, se não quer passar o resto da vida a comer bolo de chocolate, não gabe o bolo de chocolate. Desfaça-se em elogios ao bacalhau e aos brócolos, às tangerinas e ao chazinho, à salada de frutas e à sopinha de legumes. Mas nem pense em pronunciar a palavra 'dieta'. Vai ouvir imediatamente: "Ai mas está tão magrinha!" (sogra simpática) ou "Vocês agora têm todas a mania das dietas, é por isso que depois não conseguem ter filhos em condições" (sogra que só mesmo se o filho valer imenso a pena).
7. As colegas
Não há nenhuma que nos apoie na nossa luta. Quando, heroicamente, se pede um iogurte no bar, há sempre quem estranhe: "Um iogurte? Só? Que é feito do bolo de arroz?" Aqui é o reino do "Come lá, não sejas parva." E do "Anda lá lanchar." Ou pior: "Trouxe aqui uns doces de ovos feitos pela minha avó que são de cair para o lado." O pior é que a comida em Portugal está estreitamente ligada à socialização. Não há amizade sem um cafezinho, e não há cafezinho sem um mil-folhas. Ficar-se pelo iogurte quando toda a gente ataca os folhados é uma forma de insulto ao grupo: de repente, já ninguém pode comer sem complexos de culpa aquilo que tem no prato.
Como resistir a este inimigo da nossa dieta: Explique que está em dieta e não pode comer os bolinhos da avó mas que adora vê-las comer e se pudesse comeria 300. Vá lanchar com elas, mas coma o seu iogurte. Não responda às 'bocas'. Com o tempo, hão-de se habituar."

E por falar em orgulho... (ler o post abaixo)

Por falar em orgulho aqui fica uma bela "cançoneta". Orgulho no Vasco, não no Miguel!!!!!

Deliciem-se.

PS - Se dançarem ao som da música, é gajo para dar para perder umas 15 cal!!!!

ehehehe

Beijinhos, Sweet
.

Go Sweet! Go Sweet!

Quem foi que se levantou às 6h?!?!?!?
Quem foi?!?!?!
Ah! Pois é!!!!! Fui eu mesma!!!!!!!!

5 minutos a andar
15 minutos a correr (Oh my God!!!!!)
10 minutos elíptica (pesado, leve, pesado, leve. Último minuto com IMENSA carga. Ia morrendo!!!!!)

Estou a arrebentar de orgulho!!!!

Beijinhos,
Sweet
.


quinta-feira, 4 de abril de 2013

Não foi às 6h mas foi às 18h... ou quase!

Hoje não acordei às 6h da manhã para ir para a passadeira. Decidi antes aceitar o desafio de uma amiga e ir correr com ela para uma zona própria para isso. Foi uma volta a correr e outra a andar, uma a correr e outra a andar, durante 50 minutos. Deu para suar! E não foi pouco.

Tenho falado muito em correr.
 E hoje ao almoço decidi que ia passar a falar menos e fazer mais, e por isso na próxima terça-feira vou experimentar uma pista de atletismo que existe na zona onde trabalho. Vou tentar, para começar 30 minutos. O objectivo é intercalar voltas a correr com voltas a andar. Espero que um dia faça todas as voltas a correr!

Hoje, enquanto corriamos, a minha amiga desafiou-me a participar com uma equipa na Colour Run que vai acontecer em Coimbra. Eu ainda não decidi, mas como motivação combinámos no domingo ir correr de manhã.

Nunca fui muito de correr, mas cada vez gosto mais da sensação de superar os meus limites. E para não perder a mão, amanhã vou levantar-me outra vez às 6h para fazer passadeira e elíptica.
Só o conseguir resistir a virar para o lado já me faz sentir uma heroína, quanto mais quando acabo toda suada.

Bem, vou fazer ó-ó, porque amanhã o despertador toca às 6h da matina!!!!!!

Beijinhos,
Sweet
.

Ser mulher

É ser este bicho complicado.
Que reclama mas não aceita ajuda!
Que chora quando a roupa não serve mas não fecha a boca!
Que sofre por estar gorda e não saí da cama a tempo e horas!

Está na hora de domesticar o bicho e eu já comecei!!!!!

Tenho fechado a boca a tudo o que não faz bem.

Como pão! Sim, mas só como 1 pão.
Como chocolate! Sim, mas só como 1 quadrado e de 70% cacau!
Como arroz ou massa ou batata! Sim, mas só a uma refeição e pouquinho!

E vou andando assim! Só quero manter a tenacidade, a força de vontade e a boa disposição (que convenhamos, a fazer dieta e com este tempo, é preciso MUITA boa vontade!!!!! raiz parta!).

Bem, hoje não me levantei cedo porque me desafiaram a ir ao final da tarde dar uma corrida. Além disso não consegui mesmo. Quando o despertador tocou etsva (ainda) morta.

Ontem foi um dia de trabalho doméstico muito exigente.
19h
Fazer sopa para os meninos.
Fazer jantar.
Dar banhos.
Dar de jantar.
Jantar. (momento de lazer, 20 minutos).

Moer a sopa.
Dividir a sopa em taparueres.
Congelar a que é para congelar.
Fazer almoço para o dia seguinte.

Lavar a loiça.

São 22h15!!! Ok, vou dormir!

E assim se passou o meu dia, o pai ainda perguntou da sala, queres ajuda amor?! Já deitei a menina!
E eu, burra, não deixa estar!
Mais uns 30 minutos, queres ajuda amor?! Já deitei o menino!
E eu, burra, não deixa estar!

Somos assim, "gaijas"!!!!!

Beijinhos, Sweet!!

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Chega

Chega de lamentar, ai que fui tão burra! Ai que deitei fora o esforço de semanas! Ai, ai, ai!
Aí o caraças!

Páscoa! Pois, jejum só mesmo na sexta! Lambarices 100%! Uma doideira! Sábado, Domingo e Segunda de fugir!

Nem me peso! Também porque a balança não funciona, deve ser do pavor! ehehehe

Mas estou muito feliz comigo mesma! Hoje levantei-me eram 6h00!!!
Ah pois é, Go Sweet!!! Go Sweet!!!! E fiz 30 minutos de exercícios:
8 minutos a andar a 6Km/h
7 minutos a correr a 7km/h
15 minutos na eliptica (1 minuto leve, 1 minuto pesado)

Acabei suadinha!!!!!! banhoca merecida!!

E depois o pequeno almoço, com a casa toda ainda em silêncio!!! Soube pela vida! E amanhã? Amanhã nova dose, pois tá claro!!!!


Beijinhos, I'm back!

Sweet