sexta-feira, 28 de março de 2014

O click!

Várias de nós já tivemos, em fases distintas da vida, um click!
Já sei, vou poupar!
ou...
Epá, eu sei que consigo fazer aquela disciplina, basta....
ou ainda....
Está na hora, vou mesmo levar esta nova forma de me alimentar a sério...

E durante uns tempos conseguimos mesmo mudar a nossa vida. Algumas de nós conseguem que essa mudança seja uma mudança para a vida. E os hábitos, que com o click adquiriram, passam a estar colados à pele e fazer parte integrante do dia-a-dia!
Mas a verdade é que nem todas conseguimos esse feito. E o click quando passa é o caraças para voltar. Às vezes até parece que o sentimos e vimos ao blog, e dizemos a nós próprias vezes sem conta, mas na verdade foi apenas mais um flop. Muitas vezes não aguentamos 24 horas com as decisões. E caímos e levantamos, e voltamos a cair tudo num dia só.
Isto têm-me acontecido desde Dezembro.
Estive de Julho a Dezembro, com maior incidência de Setembro a inícios de Dezembro, com o meu click sempre presente. Estava motivada e cumpria! Um pouco antes do natal comecei a deixar a andar... eram os brilhos, os cheiros, a loucura do natal! Vi milhares de vezes os "filmes" da Nigella e do Jamie Olivier do natal...e foi o descalabro TOTAL.
A seguir ao natal disse que ia tinha de parar e simulei, e senti e apregoei vários clicks. Até que decidi aproveitar a época de quaresma para me meter na linha....
Tá bem, tá!!!! E o que eu aprendi foi que se eu não fizer nem a fé toda do mundo vai fazer por mim!!

Todos os dias caía, todos os dias apetecia-me cair. E comecei a pensar que se calhar tinha de me aceitar e manter o ritmo de manutenção que tenho andado, porto-me bem uns dias para estragar tudo a seguir. Na verdade desde janeiro que estou fielmente nos 72 kg, 71kg, 72 kg, 71kg, 72 kg, 71kg.... E era só aceitar isso!

Na 4ª feira de manhã uma amiga, que tinha adquirido uma peça de roupa que lhe estava ENORME, perguntou-me se eu não a queria experimentar.
Bem, é lindérrimo, preto e branco, um macacão num tecido nobre, com peso. Simplesmente maravilhoso!!! Assim que o vi apaixonei-me. Mas como ela é muito magra e baixinha e apesar do macacão lhe ficar efectivamente enorme, nunca pensei que me servisse. À hora de almoço não resisti e experimentei o macacão. Fica muito fixe. Mas acho que ficaria ainda melhor se eu perdesse um ou outro kilinho....
E pronto! Tá feito! O click que eu precisava!!

Se vai durar??? Não sei. Se calhar não, mas para já é sexta-feira e eu estou com vontade de manter o ritmo que estou desde quarta. E não me apetece nada estragar tudo no fim de semana.

O que posso dizer é que para já estou muito motivada!

Beijinhos Sweet,

e bons cliks!!!!!!

segunda-feira, 24 de março de 2014

Será que é hoje?

O "ginásio" está limpo e arrumado. Prontinho a ser usado.
Será que é hoje que dispo a capa de preguiçosa e meto as mãos à obra, que é como quem diz meto os pés a caminho?!?!?!

Eu, para hoje, só queria deitar a pequenada e ir para o "ginásio" 30 minutos. Andar na passadeira durante 30 minutos, ou na elíptica 10 minutos + step 10 minutos + elíptica 10 minutos. Se conseguisse ficava MUITO feliz comigo própria.

Será que sou capaz?
A esta altura eu diria que sim, parece tão simples e fácil.....

Beijinhos, Sweet

quarta-feira, 19 de março de 2014

Diário

O meu novo objectivo, de mãos com a manutenção do jejum até à Páscoa e registos diários, é começar a fazer exercício.

Tenho andado a dar desculpas para não começar a fazer exercício. Ando constantemente a adiar esta resolução, e sinto-me de consciência tranquila porque as desculpas são bastantes plausíveis, mas não deixam de ser isso mesmo, desculpas!

Tenho 3 filhos. Trabalho mais de 8 horas por dia. Chego a casa e ainda tenho de fazer jantares, dar jantares e arrumar a cozinha. Isso só quase que basta para ser a desculpa perfeita, mas lá está, mesmo sendo perfeita não deixa de ser uma desculpa!
Acabadas todas as tarefas inerentes a esta condição de mãe de família, são muito perto das dez da noite! E a vontade é de colapsar no sofá. É mais do que vontade, tem sido regra!

Depois, outra desculpa para lá de maravilhosa, é fazer o quê? E como? Às 10 da noite, nenhuma pessoa sensata e medrosa para lá do normal, vai-se meter na rua a fazer seja que exercício for, muito menos sozinha. E usar a passadeira, ou a elíptica, ou os pesos, ou qualquer outro instrumento, que eu tenho (em bold e sublinhado porque só isto é mais do que motivo para morrer aqui e já de vergonha!!!!) em casa, é muito complicado porque está tudo praticamente inacessível. Isto é absolutamente verdade, e tem servido como desculpa, dia após dia! Lá está…… E que tal corrigir este facto?!

E é esta decisão, tornar acessível o que não está neste momento, que me trouxe a este diário de bordo. Na quarta-feira, ou seja hoje, volto a ter empregada, é a altura ideal para lhe pedir que limpe, arrume e torne acessível tudo o que está no “ginásio” da casa. Claro que isto só não basta, é preciso vontade para ultrapassar todo o cansaço, mais do que justificável, que sinto ao fim do dia. É preciso muita força de vontade para conseguir ultrapassar a preguiça que sinto. São muitos meses parada. Longe vão os dias em que com o mesmo número de filhos, saía depois do jantar para ir correr, sim correr com uma grande amiga. Mas essa amiga encontrou outros companheiros de corrida, que estavam num ritmo mais próximo do dela e eu fui ficando para trás e por medo, por preguiça, eu sei lá porquê, vim para casa. E essa noite foi a última noite que corri.
Devia-lhe ter dito porque me vim embora. Devia-lhe ter dito que não tinha gostado de ter ficado sozinha, que tive medo… mas não, optei por dizer que me tinha magoado no tornozelo, e pronto, foi o fim das minhas corridas.

Hoje não me sinto com tanta força, com tanta determinação, mas tenho tantas saudades desse Eu, tantas saudades do orgulho que sentia desse Eu…. Que se calhar tenho mais força do que julgo. Quero acreditar que tenho mais forças do que penso. E por isso mesmo tenho de começar a fazer alguma coisa para voltar a sentir o mesmo orgulho que sentia em mim própria.
Não preciso de ir correr a meia maratona, nem sequer preciso de correr 6 km como já fazia. A mim bastava-me se criasse o hábito de começar a andar na passadeira à noite. Primeiro 30 minutos, depois mais 15 minutos de elíptica, depois tentar alguns minutos a correr, até conseguir o meu objectivo, correr 30 minutos consecutivos. Para depois sonhar com objectivos mais altos…. Sair de casa para correr, primeiro 5 km, depois 10km… o céu é o limite, sem dúvida!

Mas uma coisa eu sei, se conseguir todos os dias da semana caminhar 30 minutos, vou conseguir duas coisas, primeiro um sentimento de vitória incomparável e depois um bilhete para um biquíni bem mais giro do que o que tenho usado nos últimos anos (uma t-shirt por cima do biquíni!!!)

Para já a desculpa é: vai depender se a empregada pode fazer mais horas ou não. Porque só posso usar a passadeira se as coisas estiverem limpas. É absolutamente verdade! Mas não deixa de ser uma desculpa….

É a minha sina. Que eu deveria ser capaz de mudar… será que vou ser?

Beijinhos, Sweet

terça-feira, 18 de março de 2014

O que me faz falta, ou do que sinto falta

Ando numa fase de carência. Sinto que preciso de tempo.

Preciso de tempo para resolver alguns pendentes no trabalho. Preciso de tempo para brincar com os meus filhos. Preciso de tempo para dedicar ao meu marido. Preciso de tempo para organizar a minha casa. Mas daquilo que sinto mais falta é de ter tempo para mim!

Tempo para ir ao ginásio.
Tempo para ler um livro.
Tempo para me sentar numa esplanada com uma amiga.
Tempo para fazer uma viagem.
Tempo para ir ao cabeleireiro.
Tempo para ir à depilação.
Tempo para fazer um tratamento de massagens corporais.

Tempo fútil, mas tão importante para o meu equilíbrio!

Beijinhos, Sweet

terça-feira, 11 de março de 2014

O reErguer

Farta que estava de mim, do bolor que teimava em não sair, do bafio que sentia em tudo o que fazia ou tocava, decidi-me que chegava deste estado de comiseração de mim própria e após uma reflexão, decidi que estava na hora de aceitar um desafio (penso agora que talvez um pouco maior do que aquilo que consigo suportar....) neste tempo de quaresma.
Jejum
1. Privação de comida durante um período. ≠ DEJEJUMDESJEJUM
2. Privação de toda a espécie de alimento durante o dia (ou de outro período de tempopor espírito de penitência.
3. [Religião católica Redução de todas as refeições diárias a uma e a duas ligeiras colações chamadas parvas.
4. [Figurado]  Privaçãoabstenção.


"jejum", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/jejum [consultado em 11-03-2014].

Nunca fiz, nem mesmo as sextas-feiras, nem sequer na sexta-feira santa. Por rebeldia de adolescente, depois por achar que até gosto mais de peixe grelhado do que carne, e por isso aquele jejum não me dizia nada, mais tarde por pura conveniência, nunca fiz.

Este ano decidi, que apesar de não pelos mesmos motivos da maioria dos católicos, iria também fazer jejum. O meu jejum.
Aboli, os hidratos de carbono, os doces, os refrigerantes e o álcool. É excepção, o pão do pequeno-almoço e a aveia ao almoço. Mais tarde tive de abrir outra excepção, os HC que acompanham uma refeição que, por vários motivos, não me é possível ter outro acompanhamento.

É radical! Eu sei, e custa muito. Principalmente ao fim de semana. Apeteceu-me pipocas, bolos, pão, tudo! E resisti a tudo, e aqui é que entra a Páscoa, sinto que resisti (é uma estupidez eu sei, mas é assim que sinto!) porque não O quero desiludir. Aproveitei-me da Sua altura, da Páscoa, e já que me servi, ao menos que não Lhe falte. Mais uma vez, é surreal, eu sou doida, mas estou a ser o mais sincera possível.

Para já está a correr bem, como disse ontem perdi 2,6 Kg. Bebo muita água, muito chá, como cenouras cruas, como tomate aos montes... Mas não sei se vou conseguir. Comprei um caderninho de propósito onde aponto tudo o que como, e até serve de diário.... Tolices.... bem sei....

Beijocas, Sweet

segunda-feira, 10 de março de 2014

Renovar, hoje e sempre

Na passada quarta-feira, cansada de mim, decidi olhar para dentro e perguntar-me se tinha o que queria de mim própria.
A resposta não é rápida, nem fácil, nem a consigo reproduzir aqui e agora.

Mas decidi recomeçar.
E com este recomeço perdi 2,6 kg!!!!!!

Amanhã explico melhor.

Agora vou-me,

Beijocas, Sweet