terça-feira, 11 de março de 2014

O reErguer

Farta que estava de mim, do bolor que teimava em não sair, do bafio que sentia em tudo o que fazia ou tocava, decidi-me que chegava deste estado de comiseração de mim própria e após uma reflexão, decidi que estava na hora de aceitar um desafio (penso agora que talvez um pouco maior do que aquilo que consigo suportar....) neste tempo de quaresma.
Jejum
1. Privação de comida durante um período. ≠ DEJEJUMDESJEJUM
2. Privação de toda a espécie de alimento durante o dia (ou de outro período de tempopor espírito de penitência.
3. [Religião católica Redução de todas as refeições diárias a uma e a duas ligeiras colações chamadas parvas.
4. [Figurado]  Privaçãoabstenção.


"jejum", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/jejum [consultado em 11-03-2014].

Nunca fiz, nem mesmo as sextas-feiras, nem sequer na sexta-feira santa. Por rebeldia de adolescente, depois por achar que até gosto mais de peixe grelhado do que carne, e por isso aquele jejum não me dizia nada, mais tarde por pura conveniência, nunca fiz.

Este ano decidi, que apesar de não pelos mesmos motivos da maioria dos católicos, iria também fazer jejum. O meu jejum.
Aboli, os hidratos de carbono, os doces, os refrigerantes e o álcool. É excepção, o pão do pequeno-almoço e a aveia ao almoço. Mais tarde tive de abrir outra excepção, os HC que acompanham uma refeição que, por vários motivos, não me é possível ter outro acompanhamento.

É radical! Eu sei, e custa muito. Principalmente ao fim de semana. Apeteceu-me pipocas, bolos, pão, tudo! E resisti a tudo, e aqui é que entra a Páscoa, sinto que resisti (é uma estupidez eu sei, mas é assim que sinto!) porque não O quero desiludir. Aproveitei-me da Sua altura, da Páscoa, e já que me servi, ao menos que não Lhe falte. Mais uma vez, é surreal, eu sou doida, mas estou a ser o mais sincera possível.

Para já está a correr bem, como disse ontem perdi 2,6 Kg. Bebo muita água, muito chá, como cenouras cruas, como tomate aos montes... Mas não sei se vou conseguir. Comprei um caderninho de propósito onde aponto tudo o que como, e até serve de diário.... Tolices.... bem sei....

Beijocas, Sweet

2 comentários:

  1. Mas tolices porquê? Se tens um objetivo deves fazer tudo para o conquistares. E ao partilhares quem sabe se não estás a iluminar o caminho de alguém?! Palmas para ti amiga!!!

    ResponderEliminar
  2. Podem parecer tolices, mas são utensílios que nos ajudam a manter focadas no objectivo!!! Muita força!! Eu preciso mesmo de aumentar consideravelmente o meu consumo de água e chá!

    ResponderEliminar